Home > Notícias > De Belo Horizonte para Campinas – Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira sedia lançamento do Livro “Diário da Mãe da Alice”

De Belo Horizonte para Campinas – Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira sedia lançamento do Livro “Diário da Mãe da Alice”

O Blog que virou livro vendeu mais de 1200 exemplares e  contribuiu para fomentar o diálogo acerca da valorização das diferenças no convívio em sociedade.

No dia 28 de julho a partir das 14h o Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira, recebe a jornalista Mariana Rosa para lançar seu primeiro livro “O Diário da Mãe da Alice”. Após três anos compartilhando suas experiências no Blog “O Diário da Mãe da Alice”, relata em sua publicação, as descobertas, desafios, aprendizados e alegrias da maternidade atípica por meio de crônicas que narram, de forma poética, o cotidiano de mãe e filha. O evento de lançamento é aberto ao público e será sediado na própria Instituição – Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira – Rua Helena Fabrini, s/n, Sousas-Campinas/SP.

Para o Serviço de Saúde Dr. Cândido Ferreira que gerencia 40 unidades, sendo duas delas,  unidades CAPS IJ (Centros de Atenção Psicossocial Infanto Juvenil), que trabalham com as questões da infância e da adolescência, foi gratificante apoiar o lançamento do Livro na cidade, para sensibilizar a população e também ajudar com que a jornalista e autora Mariana Rosa, possa atingir outros públicos e gerar essa discussão tão enriquecedora, em outras frentes de trabalho e atingir também outras famílias, e assim fortalecer  a questão do respeito e a valorização das diferenças.

Os relatos da publicação incentivam reflexões sobre os desafios da vida de modo a distinguir as mais diversas experiências e pessoas. Segundo Mariana, mães e pais são diariamente surpreendidos por novos aprendizados e, a vida dela, assim que se tornou mãe da Alice, não foi diferente. “Como todos os pais de primeira viagem ou não sou desafiada para o aprendizado cotidianamente. E minha maternidade atípica, tem oportunizado ver a vida sob outra perspectiva”, ressalta.

Nascida com 29 semanas de gestação, Alice passou seus primeiros 145 dias de vida em uma UTI Neonatal. Em razão da prematuridade, teve paralisia cerebral e desenvolveu a Síndrome de West, uma epilepsia de difícil controle. Incerteza, insegurança e medo foram sentimentos comuns a Mariana durante o período em que Alice ficou internada no hospital.  Essas experiências deram origem ao blog Diário da Mãe da Alice, criado em 2014, que reúne os relatos cotidianos e os aprendizados entre mãe e filha que, agora, se tornam livro.

A interação entre Mariana e outras famílias logo extrapolou as barreiras do ambiente digital e serviu de alento e apoio para troca de informações. De acordo com a autora, muitas pessoas passam por experiências parecidas e, atualmente, existem poucos espaços de compartilhamento e, consequentemente, de aprendizado para o convívio em sociedade. “Aprender a conviver com as diferenças é muito mais que aceitar, é amar e respeitar as características de cada um”, afirma.

A Autora Mariana Rosa, a mãe da Alice, tem 39 anos e é também jornalista, embaixadora mineira da Associação Brasileira de Prematuridade, voluntária da Associação dos Pacientes da Maconha Medicinal (AMA-ME) e fundadora do CRIANES, grupo de apoio às famílias de crianças com necessidades especiais de saúde.

O intuito do lançamento do livro em Campinas, proposto pela Autora é um convite à reflexão para a “despatologização” da vida, o combate ao capacitismo, o respeito ao ser humano em sua singularidade e a valorização das diferenças no convívio em sociedade. É uma celebração da vida exatamente como ela se apresenta, pela ótica da coragem, da gratidão e do amor.